Criação de Sites, Mídias Sociais, Loja Virtual, Merketing Digital
Criação de Sites, Mídias Sociais, Loja Virtual, Merketing Digital
Marketing Digital, Consultoria digital, Adwords, SEO - Salvador Bahia
E-commerce, Loja virtual, Leads - Salvador Bahia
Criação de sites responsivos

SEO ou otimização de E-commerce ou Loja Virtual

SEO ou otimização de E-commerce ou Loja Virtual

Na grande vitrine que é a internet, o SEO é um recurso para colocar a sua marca em uma posição privilegiada. A aplicação correta e consistente desta estratégia de marketing digital tem como objetivo posicionar o e-commerce no topo dos resultados nos mecanismos de busca, fazendo com que ele seja encontrado com maior facilidade pelos usuários. A técnica se firma como uma oportunidade gratuita para a sua empresa conquistar um espaço de destaque e, mais do que isso, é uma chance de atrair para o seu negócio um público que está em busca de serviços ou produtos oferecidos pela sua empresa.

 

Para realizar um bom planejamento de SEO para e-commerce é necessário estar atento às constantes atualizações nos algoritmos dos mecanismos de busca e aos hábitos dos usuários. Porém, existem alguns pontos-chave básicos (e bastante efetivos) que devem ser considerados:

 

Solicite informações.

 

1. Use ferramentas para webmaster

 

Existem ferramentas gratuitas que oferecem maior visibilidade ao e-commerce, como os recursos para webmasters do Google. Eles reúnem informações relacionadas ao posicionamento do e-commerce nos resultados de pesquisa do Google e emitem alertas, por exemplo, sobre conteúdos duplicados. Além disso, dão dicas do que fazer para otimizar os resultados.

 

Outro recurso valioso é o Google Analytics, que traz dados mais aprofundados do que acontece no seu site, oferecendo insights para melhorias em relação ao SEO.

 

2. Coloque-se no lugar do cliente

 

Pare por uns instantes e tente pensar como seus clientes: quais termos você utilizaria para procurar produtos ou serviços oferecidos pelo seu e-commerce? As frases curtas, com duas ou três palavras, costumam ser as mais frequentes, portanto, as que geram mais pesquisas.

 

Mas esses termos mais populares justamente tendem a ser os mais competitivos e difíceis de ranquear. O ideal é mesclar termos genéricos com outros mais específicos, de cauda longa, que também geram volume de pesquisas. Tenha isso em mente quando for definir as palavras-chave sobre o seu negócio.

 

3. Preste atenção especial ao título e à descrição

 

O título (H1) e a descrição da página são extremamente importantes porque mostram nos resultados das buscas o que, afinal, é o seu negócio. Insira no título uma palavra-chave referencial e que represente o conteúdo da página. Regra de ouro: mantenha o título com, no máximo, 55 caracteres.

 

Já a descrição precisa ter informações mais detalhadas do negócio e do conteúdo do e-commerce. Nesse ponto, é preciso existir uma coerência entre o que os clientes esperam encontrar na página e o que, de fato, irão encontrar. Vale lembrar que a descrição não deve ultrapassar os 150 caracteres.

 

4. Produza conteúdo original e atualizado

 

Os conteúdos produzidos precisam ser originais e escritos de forma clara, concisa e escaneável. Respeitando esses critérios, são grandes as chances da sua empresa conquistar boas posições nos resultados de busca. Responder sempre às perguntas e aos comentários dos seus clientes na página também gera real interesse do público e aumenta o impacto das suas publicações.

 

5. Dedique-se às imagens

 

Preze pelo conteúdo como um todo, sem negligenciar as imagens. Elas são boas aliadas, que podem atrair visitas e, consequentemente, novos consumidores. Imagens e fotografias originais podem demonstrar o diferencial dos seus produtos e serviços. Para que o conteúdo das imagens seja catalogado corretamente e bem compreendido pela audiência, adicione uma descrição em cada uma das fotos. Compartilhar esses conteúdos via redes sociais também facilita para que eles cheguem mais longe.

 

Prestar a devida atenção a estes detalhes técnicos vai ajudar para que seu e-commerce seja encontrado na internet e para que sua empresa reforce sua presença digital e se torne referência na área de atuação. Por isso, não subestime o poder do SEO.

 

Fonte: https://ecommercenews.com.br/