Banner Outubro Rosa
Criação de sites responsivos
Novo Telefone Spnweb
Criação e Desenvolvimento de Site - Salvador Bahia

Pesquisa traça panorama do Comércio Móvel no Brasil

Pesquisa traça panorama do Comércio Móvel no Brasil

Os novos números da nova pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre Comércio Móvel no País, que foram apresentados em palestra na Futurecom nesta manhã de terça-feira, 3 de outubro, apontam para um crescimento significativo da proporção de brasileiros que já experimentaram serviços online to offline (O2O) pelo celular, como pedir uma corrida de táxi ou carro particular pelo smartphone. Os resultados foram apresentados por Felipe Schepers, diretor de Operações da Opinion Box, e Fernando Paiva, editor do Mobile Time.

 

A proporção de internautas brasileiros que já pediram uma corrida de táxi ou de carro particular através de um aplicativo, como 99, Uber e Cabify, saltou de 37% para 58%, entre setembro de 2016 e setembro de 2017. No mesmo intervalo de tempo, cresceu de 38% para 47% a proporção que já pediu entrega de uma refeição através de app ou site móvel.

 

O segmento de apps para reserva de hospedagem também cresceu, mas em menor velocidade, e segue tendo uma penetração mais baixa que os demais. De um ano para cá, subiu de 18% para 22% a proporção de internautas brasileiros com smartphone que já reservaram um quarto de hotel ou um apartamento via app.

 

Por sua vez, a base de internautas brasileiros que já comprou ingressos via app ou site móvel se manteve praticamente estável em 12 meses: era de 26% em setembro de 2016 e agora é de 27%.

 

Compra de produtos: pagamento é com cartão de crédito, mas o boleto bancário é preferido por 31%

O Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre Comércio Móvel também descobriu que pouco mais da metade dos brasileiros que compram produtos pelo celular preferem usar o seu cartão de crédito, ou 52%, para o pagamento. E 31% deles dizem que seu meio de pagamento favorito para compras em apps e sites móveis é o boleto bancário. Outros 14% têm preferência pelo uso de carteiras digitais, como PayPal e PagSeguro.

 

Esta foi a primeira vez que a pesquisa averiguou o meio de pagamento preferido dos compradores móveis no Brasil. Segundo os organizadores da pesquisa, chama a atenção a alta preferência do boleto bancário, talvez em decorrência da baixa penetração de cartão de crédito no Brasil ou por receio quanto à segurança. “O problema é que nem todos os apps de comércio móvel oferecem a opção de pagamento por boleto e nem sempre o processo é fácil e amigável. Também merece destaque o percentual de 14% de usuários que preferem usar carteiras digitais, possivelmente pelo conforto e segurança, pois não precisam digitar o número do cartão, além de o pagamento acontecer no ambiente seguro da solução de carteira digital”, comentou Fernando Paiva.

 

Navegação gratuita, sem afetar a franquia de dados

Outra descoberta importante: 81% dos consumidores móveis brasileiros afirmam que a oferta de navegação gratuita faz diferença na escolha do aplicativo onde fazem as suas compras. Alguns varejistas já trabalham com essa solução, como MercadoLivre, Netshoes, Magazine Luiza e Privalia. Seus usuários podem navegar à vontade dentro dos respectivos aplicativos sem serem descontados da franquia de dados de suas operadoras celulares.

 

Quem já comprou pelos apps agora diz que está comprando mais

Em um ano, a proporção de internautas brasileiros que já fizeram compras de mercadorias físicas através de app ou site móvel ficou estável em 71% – o grande salto aconteceu um ano antes, entre setembro de 2015 e setembro de 2016, quando aumentou 30 pontos percentuais. Embora a base não tenha crescido, quem já experimentou está comprando mais pelo celular do que fazia antes. 75% dos compradores móveis afirmam que atualmente compram mais pelo celular do que faziam seis meses atrás.

 

De um modo geral, os compradores móveis brasileiros estão satisfeitos com a experiência de compra pelo celular. 84% dão notas 4 ou 5, em uma escala de 1 a 5, para a sua satisfação com m-commerce no Brasil. 13% dão nota 3. E apenas 3% estão insatisfeitos e deram notas 1 ou 2.

 

O relatório final, que inclui os rankings dos apps de m-commerce mais usados no Brasil, será divulgado ainda este mês no site www.panoramamobiletime.com.br. A pesquisa foi feita ao longo do mês de setembro com 1.426 pessoas do Brasil inteiro. O estudo tem validade estatística, com grau de confiança de 95% e margem de erro de 2,2 pontos percentuais.

 

O Panorama Mobile Time/Opinion Box é uma pesquisa independente realizada por uma parceria entre o site de notícias Mobile Time e a empresa de soluções em pesquisas Opinion Box. O questionário é elaborado por Mobile Time e aplicado on-line por Opinion Box junto a quase 2 mil brasileiros que acessam a Internet e possuem celular, respeitando as proporções de gênero, idade, faixa de renda e distribuição geográfica desse grupo.

 

Fonte: https://ecommercenews.com.br